segunda-feira, 20 de março de 2017

E mais um histórico caiu na Aldeia do Rugby


MRC Bairrada 28 x 10 SL Benfica


Em mais um dia onde se previa uma grande casa com a receção a um dos históricos do rugby nacional, quem se deslocou a Moita certamente não deu por mal empregue o seu tempo. Um dia ótimo, estádio cheio e no campo duas equipas preparadas para dar tudo na luta pelo 2º lugar do Campeonato Nacional da 1ª Divisão.

O Sl Benfica partia para o encontro com 4 pontos a mais que o Bairrada mas a visita a Aldeia do Rugby tende a ser dura para os que a fazem. Num jogo sempre bastante disputado e aguerrido, a forte defesa bairradina não cedeu metros, permitindo sempre que o jogo fosse jogado sempre nos 40 metros do adversário.

Mais uma vez o crescimento nas fases estáticas do jogo viria a ser fundamental para o plano de jogo Bairradino, permitindo o alinhamento e a formação ordenada a conquista de importantes bolas para as linhas atrasadas da Bairrada. E foi a partir de uma formação ordenada nos 22 metros do SL Benfica que a Bairrada viria a marcar após saída do seu 3º linha centro Miguel Heleno que com o apoio sempre perto viria a ganhar importantes metros para que Gonçalo Almeida inaugura-se o marcador, colocando o resultado em 7-0 para os da casa.

Foi uma entrada lateral no ruck que permitiria pouco depois ao Benfica uma penalidade converter e levar o jogo para 7-3. 

Com as bancadas repletas de adeptos e com o seu grande apoio, os XV guerreiros em campo cerraram os dentes e partiram mais uma vez para cima do adversário, placando com garra todos os opositores que tinham pela frente. O Benfica foi sempre um adversário bastante duro, com um pack avançado forte e pesado que procurou criar dificuldades à Bairrada.

Após mais um alinhamento conquistado a Bairrada viria a marcar pelo seu número 10 Gonçalo Costa o segundo ensaio da tarde após insistência das linhas atrasadas e posteriormente uma rápida inversão de jogo, deixando o resultado ao intervalo em 14-3.

E a 2ª parte trouxe ao jogo mais 40 minutos de bom rugby e dois grandes ensaios para a equipa da casa, com o pack avançado a revelar-se muito importante, em momentos de jogo com várias fases, jogo dinâmico e penetrante, sempre com apoio, ganhando metros e metros e abrindo a porta para que Jorge Marques e Rui Ferreira culminassem o trabalho de uma equipa que quis do inicio ao final do jogo vencer. O Benfica viria também a marcar um ensaio após insistência do seu pack avançado.
Porém os últimos 10 minutos de jogo foram de bastante sacrifício para a Bairrada, sendo jogados praticamente todos nos seus 22 metros e a insistência quase anulou o ponto de bónus ofensivo da Bairrada, que soube trazer para o campo toda a energia e defender este precioso ponto.
Resultado final: 28 x 10 para a Bairrada.

Um especial agradecimento a todos os que foram à Moita apoiar e tornaram este dia ainda mais memorável. Com esta grande vitória, o MRCB regista assim dois anos sem derrotas em casa.

A Bairrada deseja as melhoras ao seu atleta Pedro Santos que contraiu uma lesão no joelho que poderá levar a algum tempo de paragem. Força Pedro!   

No próximo Sábado a Bairrada recebe o RC Santarém na Moita pelas 16 horas.



Jogaram pela Bairrada:
Alexandre Pires, Vasco Gomes, Diogo Pini, Jorge Marques, Gonçalo Almeida, Pedro Santos, Rui Ferreira, Miguel Heleno, Rui Rodrigues, Gonçalo Costa, Flávio Santiago, Jorge Carvalho, Pedro Heleno, André Abrantes e Luís Dias.
Suplentes: Maurício Lameiro, Marco Venâncio, César Duarte, David Tribuna, Bruno Almeida, Ruben Ari, David Lourenço e João Pais.
Treinadores: Marcelo Alves e Furio Cinti
Equipe Técnica: Vasco Rodrigues e Mariana Loureiro


Equipa Feminina em 6º lugar na 3ª etapa do CN 7’S

No passado sábado, decorreu no campo de Rugby da Moita a 3° etapa do CN de sevens feminino, onde a equipa feminina da Bairrada esteve inserida no grupo A juntamente com a Agrária, Sport e Cascais. 

A equipa bairradina demonstrou uma grande atitude nos jogos de grupo, onde o a experiência da equipa da Agrária e do Sport falou mais alto onde levou por vencida a equipa da casa. A nossas bairradinas, a jogar em casa não quis desapontar os adeptos, tendo vencido o último jogo frente ao Cascais, tal vitória que deu acesso à disputa do 5° e 6° lugar onde mais uma vez se opôs a equipa do Tondela.
Neste último jogo, a equipa do Tondela já conhecida por ser uma equipa bastante rápida, e com alguns erros defensivos da Bairrada levou a melhor sobre a equipa da casa. A equipa feminina acabou o torneio no 6° lugar. 

Equipa: Beatriz Rodrigues, Mariana Neves, Vanessa Galante, Filipa Mesquita, Tânia Martins, Inês Spínola, Ana Ferreira, Andreia Silva e Maria Carvalho. 

Treinadores: Gonçalo Costa e Ema Santos

Sub-14 conquistam o 4o lugar

No passado dia 19 de março o Dia do Pai comemorou-se na Moita.

O Moita Rugby Clube da Bairrada recebeu a 5a jornada do Torneio Inter-Regional de Inverno que contou com a participação de 8 equipas (Bairrada, Agraria de Coimbra, Tondela, Viseu, CRAV, Lousã, Porto e uma ultima constituída por jogadores das várias equipas presentes).

A equipa da casa, que pela primeira vez contou com a presença de 11 atletas na competição, ganhou na fase de grupo 2 dos 3 jogos ficando habilitado a disputar o 3o e 4o lugar contra a equipa proveniente de Tondela o qual perdeu por 2-4.

De saudar a presença dos muitos familiares e amigos que vieram apoiar os nossos atletas.
Jogaram: Martim, António, Joaquim, Tomás, Márcio, Inês, Maria Dias, Maria Almeida, Maria Coelho, José Tovar, Hugo e Constança
Treinadores: Andreia Silva, Gonçalo Almeida e Luís Dias


Foi feita história no campo do Moita Rugby Clube da Bairrada!

Primeiro jogo exclusivamente feminino no escalão Sub-14 decorrente do Plano de Desenvolvimento do Rugby Feminino com a participação de atletas dos Clubes da Agrária, Tondela e Bairrada!
Jogaram: Inês Coelho, Maria Coelho,  Constança Coelho, Maria Almeida e Maria Dias.

Diogo Rodrigues, Andreia Silva, Gonçalo Costa.



segunda-feira, 13 de março de 2017

Seniores cedem perante CRAV

Resultado de  CRAV 31 x 7 MRC Bairrada não espelha o que aconteceu no campo

O Moita Rugby Clube da Bairrada somou este Sábado a 2ª derrota consecutiva ao perder em Arcos de Valdevez por 31x7 e não trazendo qualquer ponto para a Aldeia do Rugby. Em um jogo que se previa já bastante intenso no contacto físico à semelhança do que tinha acontecido na Moita foi um factor extra e lamentável que permitiu que este resultado desnivelado e tão enganador para quem se deslocou a Arcos de Valdevez para ver o jogo. Que fique claro que a vitória do CRAV é merecida e a sua equipa nada de culpas tem no facto de, pela 2ª jornada consecutiva, não ter havido árbitro oficial para apitar este jogo do Campeonato Nacional da 1ª Divisão, permitindo durante todo o jogo que a disputa física passasse várias vezes para além do permitido. É desprestigiante para esta divisão e para o nosso rugby que esta situação aconteça.

Face a esta situação e a uma “adaptação” à realidade, ambas as equipas aceitaram a solução e partiram para o jogo com o intuito de o vencer e o resultado ao intervalo (7-0) bem espelha o equilíbrio no jogo. Foi o inicio apático da 2ª parte que permitiu ao CRAV marcar por duas vezes no espaço de 5 minutos o aumento desta vantagem após falhas na defesa Bairradina e que tirou um pouco a equipa da luta pelos 4 pontos.

Sem nunca desistir, a Bairrada através da insistência do seu pack avançado chega ao ensaio e permite ainda uma réstia de esperança na luta pelo jogo que se viria posteriormente que não viria a acontecer. Destaque para o pack avançado da Moita que soube no sempre difícil campo dos Arcos dominar as fases estáticas, garantindo todas as suas formações ordenadas e conquistando ainda algumas do CRAV, marcando dois ensaios limpos entre os postes a partir de melle que só quem estava a apitar e a auxiliar não quiseram ver por duas vezes consecutivas.

O CRAV viria a marcar logo de seguida através de um contra ataque das suas linhas atrasadas. Na bola de jogo, após um erro de handling da equipa Bairradina ao jogar uma penalidade permitiu ao CRAV marcar pela última vez colocando o resultado em 31-7, somando ponto de bónus ofensivo. Vitória justa para os homens da casa mas que em condições normais seria bem mais difícil de alcançar.

No próximo Sábado o MRC Bairrada recebe o SL Benfica pelas 17 horas e espera-se casa cheia na Moita.

Jogaram pelo MRC Bairrada
Alexandre Pires, Vasco Gomes, Diogo Pini, Jorge Marques, César Duarte, Pedro Santos, Rui Ferreira, Miguel Heleno, Pedro Heleno, Ruben Ari, Flávio Santiago Jorge Carvalho, David Lourenço, Mário Lopes e André Abrantes.
Suplentes: Maurício Lameiro, Marco Venâncio, André Galante, Pedro Miguel, Gonçalo Costa, João Sousa e Bruno Almeida.

Diogo Rodrigues

Equipa Feminina em 6º Lugar em Cascais


A equipa feminina do Moita Rugby Clube da Bairrada deslocou-se no último sábado, 11 de março, até ao campo do Grupo Dramático e Desportivo de Cascais, em Cascais, para disputar a 2a etapa do Campeonato Nacional de Sevens Feminino (CN 7´s).

O CN 7’s é jogado em duas séries (1 e 2) onde a primeira é disputada por oito equipas. A equipa Bairradina encontra na série 1 deste circuito juntamente com mais sete equipas de Norte a Sul do país (Sporting, Sport Clube do Porto, Agraria de Coimbra, Benfica, Tondela, Cascais e Lousã).
As atletas bairradinas após fazerem os jogos referentes ao seu grupo (Sport Clube do Porto, Sporting e Cascais) apenas venceram a equipa da casa conseguindo assim o 3º lugar deste. Passada a fase de grupos a nossa equipa foi disputar o 5º e 6º da classificação do torneio onde a equipa de Tondela levou a melhor.

Deste torneio importa destacar a evolução visível da jovem equipa que promete surpreender no próximo torneio no dia 18 de março nos campos do Moita Rugby Clube da Bairrada.

Jogaram: Beatriz Rodrigues, Mariana Neves, Vanessa Galante, Ana Bárbara, Inês Spinola, Tania Martins, Maria Miguel e Andreia Silva
Representante: Sara Sequeira
Andreia Silva e Sara Sequeira

Sub 16 aproveitaram a deslocação a Arcos de Valdevez para competir e evoluir

Depois dos embates dos Veteranos e dos Seniores, chegou a vez do misto S16/S18 MRCB e Agraria rugby defrontar os Sub16 do Clube local.  Com a preciosa ajuda do CRAV de modo apresentar 15 jogadores em campo o jogo começou num final de tarde bonito mas frio.

Durante a primeira parte o jogo foi bastante equilibrado com ambas as equipas a mostrarem bom pormenores e com o jogo a correr a bom ritmo.

Na segunda parte, após algumas mexidas nas equipas por pequenos toques as equipas mexeram e os jovens do CRAV conseguiriam implementar o seu jogo e com isso avolumaram o resultado no segundo tempo. Os jovens Bairradinos bem tentaram impor o seu jogo, mas a falta de entrosamento com os restantes membros tornou a tarefa mais difícil. Apesar de tudo, num último esforço conseguiram um ensaio de belo efeito na “bola de jogo”.

Belo jogo, bem disputado e com bastante bons pormenores de ambas as equipas.
Resultado final 28-14 (4 – 2 em ensaios).

Um agradecimento especial ao CRAV que aceitou o convite para este jogo amigável, e por ter disponibilizado jogadores para que todos pudessem jogar.

João Quintela

Agenda próximo Fim de Semana

domingo, 5 de março de 2017

Sub 14 alcançam o 5º lugar em Arcos de Valdevez

No passado sábado dia 4 de março, cinco guerreiros sub-14 deslocaram-se a Arcos de Valdevez para disputar 4ª Etapa do Torneio Inter-Regional de Inverno.

Antevia-se um torneio complicado devido à ausência de cerca de metade dos elementos da equipa mas os nossos atletas surpreenderam-nos e fizeram seguramente dos melhores torneios (tanto a nível de concentração como de momentos de jogo) da presente época.

Com a ajuda de dois jogadores do CRAV a equipa do Moita Rugby Clube da Bairrada manteve assim o 5o lugar que conquistou no torneio anterior.

O próximo torneio será em casa no próximo dia 19 de março (domingo) ao qual deixamos desde já o convite para que venham apoiar os nossos sub-14.

Uma palavra de agradecimento à nossa acompanhante Anunciação Dias e ao nosso condutor Rubem Ari pela disponibilidade e apoio ao longo de todo o dia.

Jogaram: Hugo Dias, Maria Coelho, Inês Coelho, Tomás Castro e Maria Dias

Treinadora: Andreia Silva

Andreia Silva

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Parabéns ao Rugby na Moita – 42 anos de um amor inexplicável

Parabéns ao Rugby na Moita – 42 anos de um amor inexplicável


Nenhum deles saberia o quão fantástico seria aquilo o que um grupo de 5 ou 6 amigos decidiria criar hà 42 anos atrás e o quão importante se tornaria hoje para uma aldeia e para uma região aquela aventura que estavam prestes a criar. Meus amigos, o rugby na Moita deu-se à 42 anos. E que fantásticos anos têm sido, uns mais difíceis que outros mas com a direcção sempre bem indicada: em frente. E o dia de Sábado foi mais um dos grandes marcos para o clube, que viu o seu Parque Desportivo ainda mais bonito e preparado para todos os que nos que nos visitam e apoiam, proporcionando conforto e condições para que se sintam bem quando o fazem e para que o façam mais vezes. 


Um especial agradecimento à Câmara Municipal de Anadia por mais este tão importante apoio e a todos os nossos patrocinadores que contribuem para que esta instituição continue a ser orgulhosamente genuína e continue todos os dias a trabalhar para que se possam formar crianças e jovens com os nossos valores e o nosso espírito tão único. Será sem dúvida um incentivo para que este clube continue orgulhosamente a orgulhar a Aldeia do Rugby e o Concelho de Anadia.

A presidente da Câmara, a Srª Engª. Teresa Cardoso viria durante a tarde a descerrar a placa e a simbolicamente inaugurar as novas bancadas tornando o dia memorável e de festa rija até à manhã de Domingo. O jantar de Aniversário celebrou-se no Centro Cultural da Moita com cerca de 230 pessoas.


Link para album do dia:
https://www.facebook.com/pg/MRCBairrada/photos/?tab=album&album_id=1297407256988389

Caldas RC 20 x 13 MRC Bairrada

Vitória merecida para a equipa da casa

Em dia de festa o Moita Rugby Clube da Bairrada deslocou-se às Caldas da Rainha uma semana depois da data prevista para o jogo devido ao trágico falecimento de um jovem atleta do Caldas Rugby Clube. Em um jogo que se previa disputado do início ao fim tal como tinha sido na Moita, desta vez a vitória sorriu à equipa das Caldas, que conseguiu marcar em momentos cruciais do jogo, tornando a reviravolta difícil já perto do final do encontro.

No bonito complexo desportivo das Caldas da Rainha, foi a equipa da casa que haveria de marcar em primeiro através de uma penalidade aos postes e posteriormente com um ensaio convertido colocando o resultado em 10 – 0 com cerca de 20 minutos de jogo. Com as fases estáticas a não estarem tão esclarecidas como nos jogos anteriores, a falta de bolas de ataque penalizou o Bairrada que quis sempre defender com coragem a sua linha de ensaio e que nunca atirou a toalha ao chão, apesar das dificuldades em ter a bola. Seria a forte defesa a conseguir bolas para que o resultado fosse melhorando ao longo do jogo, e duas penalidades convertidas colocavam o resultado em 10 x 6 para a equipa da casa mas com a reviravolta ainda possível.


Quando a Bairrada já se instalava nos 22 metros da equipa da casa, um rápido contrataque da equipa de Caldas conseguiu furar a defesa da Bairrada e um sprint de uns bons 60 metros premiaria com o ensaio o Caldas RC e colocava o resultado em 16 -6. Foi o pontapé de recomeço que permitiu a recuperação da bola e a imediata resposta da Bairrada com o 3º linha recém entrado em jogo Bruno Almeida apanhar a bola e com o apoio do defesa André Abrantes e do ponta Flávio Santiago fazer o ensaio que colocaria o resultado em 15-13 e a vitória novamente ao alcance.


Porém, ao invés do que têm sido sempre a parte final de todos os jogos da Bairrada, o muito cansaço e já alguma falta de lucidez no seu jogo permitiu ao Caldas, através de uma jogada de alinhamento já executada também na Moita, que o seu 3ª linha centro marcasse através de uma combinação de alinhamento. Nota muito positiva para este jogador que manteve sempre a equipa de Caldas por cima e que motivou todos os seus companheiros a alcançar a vitória. Os últimos minutos do jogo foram jogados nos últimos 20 metros do Campo das Caldas, mas o resultado não sofreu alterações e a equipa vitoriosa foi a da casa. Resultado final 20 x 13. Vitória merecida da equipa que soube colocar ao dispor do coletivo as armas o individual. Parabéns ao RC Caldas.

Jogaram pela Bairrada:
Diogo Rodrigues, Vasco Gomes, Maurício Lameiro, Jorge Marques, César Duarte, David Tribuna, Pedro Santos, Miguel Heleno, Ruben Ari, Pedro Heleno, Flávio Santiago, Pedro Heleno, Jorge Carvalho, Luís Dias, João Pais e André Abrantes.
Suplentes: Alexandre Pires, Marco Venâncio, André Galante, Bruno Almeida, David Lourenço, Diogo Pereira e Henrique Monsanto.
Equipa técnica: 
Rui Rodrigues, Marcelo Alves e Fúrio Cinti
Vasco Rodrigues e Mariana Loureiro.


Sub 16 / 18 estiveram presentes nas comemorações do 42º aniversário
              
Em dia de Aniversário do clube, o misto S16/S18 do Moita Rugby Clube da Bairrada + Agraria Rugby, convidou o SPORT Clube do Porto para um amigável a ser disputado no belo relvado da Aldeia do Rugby, e foi num ambiente de festa que os nossos valentes jogadores entraram em campo. Um agradecimento especial ao SPORT por ter aceitado o nosso convite e pela sua numerosa comitiva.


Num jogo muito bem disputado de parte a parte os jovens Bairradinos e Agrários mostraram alguma evolução relativamente a jogos recentes, e não obstante algumas estreias na equipa, fizeram um jogo bastante bom, que temos a certeza deixou o muito publico presente agradado com o trabalho desenvolvido. Apesar de tudo, devido à maior experiência da equipa do SPORT (que está a disputar a serie B do Campeonato Nacional de S16) os portuenses levaram por vencida a partida por 19-17. Parabéns ao SPORT pela vitória no jogo e pela qualidade de jogo demonstrada, parabéns aos Bairradinos pelo trabalho feito e por lutarem e acreditarem até ao fim.


Mantendo a ideia da Direcção e equipa técnica, o Grupo de S16/S18 continuará a treinar com afinco de modo a evoluir cada vez mais, e tentará realizar partidas amigáveis a cada 15 dias.

E a festa não seria a mesma sem a presença das escolinhas

Num dia de grande festa para o clube, os mais novos também tiveram a oportunidade de participar! A Agraria de Coimbra aceitou o convite e rumou até à Aldeia do rugby com os escalões de sub8, 10 e 12 para um treino conjunto.
Um treino diferente para os mais novos, onde tiveram a oportunidade de melhorar e aprender coisas novas. Sendo também uma excelente experiência para os treinadores, que puderam trocar experiências e conhecer outras realidades de treino.
No final, houve um grande piquenique para restabelecer as forças!
Foi uma manhã em cheio, repleto de rugby e boa disposição.
A festa prolongou-se por todo o dia. 

Domingo foi a vez da equipa Feminina entrar em campo em Arcos de Valdevez


Neste domingo, a equipa sénior feminina deslocou-se até Arcos de Valdevez para a 1° etapa do CN de sevens, onde se inseriu no grupo B com Sport, Agrária e a equipa da casa o CRAV, acabaram a fase de grupos com duas derrotas com o Porto e Agrária e com uma vitória sobre o CRAV, fugindo assim ao jogo da despromoção para a série B. No jogo de atribuição do 6 e 5 lugares defrontaram a equipa do Tondela onde o cansaço falou mais alto e as atletas não conseguiram dar continuidade aos bons jogos até ali feitos, terminaram assim o torneio no 6 lugar.

De realçar a grande atitude da equipa bairradina na defesa onde esteve impecável em todo o torneio, viu-se uma grande evolução desta equipa jovem que trará um futuro risonho para a nossa aldeia.
Jogadoras: Beatriz Rodrigues, Bárbara Ferreira, Bárbara Silva, Inês Spínola, Filipa Mesquita, Vanessa Galante e Mariana Neves.
Treinador: Gonçalo Costa

Diretora de Equipa: Sara Sequeira


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Lobinhos Bairradinos no apoio à selecção 


No último sábado, dia 18 de fevereiro, partiram bem cedo rumo a Lisboa os escalões sub-8, 10 e 12 do Moita Rugby Clube da Bairrada, a fim de participar em mais um Convívio Nacional de Apoio à Seleção. 

No Complexo Desportivo do Jamor respirava-se Rugby Juvenil e estiveram presentes mais de 90 equipas de Norte a Sul do país. Este elevado número de equipas permitiu aos nossos pequenos atletas jogarem contra equipas diferentes e envolverem-se no espírito que um convivo deste tamanho acarreta.

Depois de muitos jogos e muita brincadeira foi tempo dos nossos atletas apoiarem e vibrarem com a Seleção Portuguesa de Rugby no seu jogo contra a Polónia.

Treinadores: Andreia Silva, Luis Dias, Gonçalo Costa e Gonçalo Domingues

Andreia Silva

Confira algumas fotografias do dia.








Sub- 14 alcançam o 5º lugar na Lousã


No dia 19 de fevereiro o escalão sub-14 deslocou-se ao Estádio Municipal de Rugby José Redondo na Lousã para disputar a 3ªa Jornada do Torneio Inter-Regional de Inverno.

Com uma equipa com dez atletas, sendo dois estreantes na modalidade e nos torneios, os sub-14 traçaram como objetivo a conquista de duas vitórias no torneio. Apesar de terem começado um pouco desconcentrados, como se pode verificar no resultado dos primeiros dois jogos (Lousã 1 35 x Bairrada 10 e Tondela 30 x Bairrada 5) os nossos atletas conseguiram dar a volta por cima ganhando os últimos dois jogos (Viseu 2001 10 x Bairrada 15 e Bairrada 20 x Trofa 15) garantindo assim o 5º lugar no torneio.


O grupo consegue assim ir ao encontro do seu objetivo que será certamente, ao longo da época, cada vez mais ambicioso.

De felicitar os dois novos atletas que vieram permitir uma maior consolidação do grupo. 
TReinadores: Gonçalo COsta e Gonçalo Almeida

Jogaram: Constança Coelho, Maria Coelho, Maria Dias, Maria Almeida, Tomás Castro, Márcio Mendes, Hugo Dias, António Santiago, José Tovar, Martim Ribeiro

Andreia Silva

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Grupo Desportivo Moitense cede perante Braga

Grupo Desportivo Moitense cede perante Braga


GD Moitense 8 x 22 Braga Rugby

Depois de 2 vitórias seguidas, o Moitense recebeu na sua em casa a forte equipa do Braga.


Com uma primeira parte de grande equilíbrio, com bons momentos de ambas as equipas, o resultado ao intervalo era favorável aos visitantes por 5-10.





Na segunda parte o Moitense tudo fez para virar o resultado, tendo jogado sempre no meio campo adversário, mas a maior experiência do Braga, aliada as muitas alterações no XV do Moitense, ditou o resultado final de 8-22 a favor do Braga.



No próximo fim de semana o Moitense desloca-se ao terreno do líder Guimarães.


Pedro Santos

Sub 16 / 18 também estiveram em campo contra Braga Rugby

Aproveitando a deslocação da equipa sénior à Moita, e devolvendo a visita que a nossa equipa efetuou a Braga, um misto de S16/S18 do Braga Ruby apresentou-se para um amigável com o já costumeiro misto S16/S18 Moita+S16/S18 Agraria. Com muitas caras novas da Agrária, que são sempre bem-vindos, conseguimos reunir um 15 para defrontar a forte equipa do Braga.

Tendo em conta que havia vários jogadores que jogavam pela primeira vez uma partida de rugby e o facto de a equipa não treinar junta foi com relativa facilidade que o Braga levou de vencida a equipa local por 0-53. O Braga apresentou uma equipa fisicamente muito forte e onde se nota o bom trabalho que tem sido feito. Parabéns ao Braga Rugby.

Relativamente aos jovens da Moita, apesar da derrota pesada, mais uma vez demonstraram que com trabalho, aplicação e o esforço de todos a equipa tem vindo a crescer, seja no números de atletas a treinar – o que nos parece o ponto principal nesta fase – seja na qualidade do jogo; não obstante a dificuldade de trabalhar com um grupo tão pouco homogéneo.


De qualquer modo, mais uma vez, o objetivo cumpriu-se: jogar! Pois só assim os jovens evoluem e mantem a vontade de treinar no duro. 

João Quintela



Rugby Nacional de luto pela partida de Bernardo Dourado

O Moita Rugby Clube da Bairrada vem desta forma mostrar total solidariedade e as nossas profundas condolências ao Caldas RC, seus atletas, dirigentes, apoiantes e aos pais e família deste jovem atleta que partiu inesperadamente. A família do Rugby fica mais pobre hoje. Muita força nestes difíceis momentos.


Segue aqui a publicação do Caldas RC.



terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

domingo, 5 de fevereiro de 2017

MRC Bairrada vence CR Técnico

                                             Vitória expressiva na Aldeia do Rugby (44 -12)

O Moita Rugby Clube da Bairrada recebeu e venceu no passado Sábado o Clube de Rugby do Técnico marcando por 8 vezes frente à equipa Lisboeta mantendo por mais uma jornada um orgulhoso 2º lugar.

Foi numa tarde onde a chuva ameaçava cair a qualquer momento que a Bairrada partiu forte para o jogo, procurando marcar cedo através de processos simples e da alternância de canais e esse objectivo viria a ser atingido onde nos primeiros 10 minutos fez dois ensaios que permitiram alguma tranquilidade para depois o plano de jogo ser posto em prática.

Os alinhamentos executados com simplicidade e eficácia, mellês fortes e seguras foram importantes lançadores de jogo para a rápida linha de 3/4 que cedo soube impor o seu ataque. Resultado ao intervalo: 27 - 0. Marcaram os pontas Flávio Santiago e André Abrantes, Jorge Carvalho, Rui Rodrigues e Pedro Heleno.

A 2ª parte acabou por estar um pouco aquém da 1ª, com a Bairrada a não ser tão eficaz tanto a atacar como a defender,  mas ainda assim marcando por mais 3 vezes e sofrendo por duas vezes, colocando o resultado final em 44-12, somando mais 5 pontos, estando agora, face à derrota do Évora com o CRAV, a apenas 4 pontos do 1º lugar e deixando o Benfica também a 4 pontos. Parabéns a todos.
No próximo Sábado a Bairrada desloca-se às Caldas da Rainha, para defronta a difícil equipa das Caldas.
Tabela retirada do Blog "Mão de Mestre"
Jogaram pela Bairrada:

Diogo Pini, Vasco Gomes, Maurício Lameiro, Rui Ferreira, Jorge Marques, David Tribuna, Pedro Santos, Miguel Heleno, Rui Rodrigues, Pedro Heleno, Flávio Santiago, Jorge Carvalho, Luís Dias, André Abrantes e Rubén Ari.

Subs. Alexandre Pires, Marco Venâncio, Bruno Almeida, César Duarte, David Lourenço, Henrique Monsanto e João Pais.
Equipa Técnica:
Marcelo Alves, Furio Cinti
Vasco Rodrigues e Mariana Loureiro

Diogo Rodrigues

Grupo Desportivo Moitense vence RU Aveiro

Vitória por 15 -12 traz a primeira vitória caseira para o GDM

O Grupo Desportivo Moitense não ficou atrás da alegria dada pela Bairrada no Sábado e venceu também este Domingo o RU Aveiro por 15 -12 confirmando o crescendo que este grupo está a ter na equipa.
Depois da importantíssima 1ª vitória na jornada anterior frente ao Famalicão, o GDM recebia o Rugby da Universidade de Aveiro, uma equipa forte fisicamente onde se previam algumas dificuldades principalmente no jogo de avançados e na formação ordenada.

A jogar em casa e perante o muito publico que se deslocou ao campo da Moita, o Moitense entrou muito aguerrido no jogo, com boas placagens e a obrigar o adversário a errar, mas ira chegar ao intervalo em desvantagem no marcador (0-7).
Na segunda parte a equipa visitante deu uma boa réplica, mas seria a equipa da casa a chegar ao ensaio (5-7) através de uma jogada individual de Bruno Valentim.

A equipa cresceu e unida procurou a vitória, com uma penalidade de João Sousa (8-7) e um excelente ensaio de intercessão de Mário Lopes a fixar o resultado final em 15-12 a favor do Moitense.
No próximo Domingo o Moitense volta a jogar em casa, desta vez contra o Braga.

Equipa Técnica:
Marcelo Alves, Furio Cinti
Vasco Rodrigues e Mariana Loureiro

Diogo Rodrigues / Pedro Miguel

As Escolinhas também estiveram em "competição" em Molelinhos

Os escalões de formação Sub 8, 10 e 12 deslocaram-se este domingo a Molelinhos (Tondela) para disputar mais um Torneio Regional.

Devido as previsões climatéricas pouco favoráveis os nossos atletas fizeram-se representar em número reduzido sendo necessário ser integrados noutras equipas: os Sub-8 com a Agrária de Coimbra e os Sub-12 e 14 com a equipa da casa, Tondela.

Todos os atletas Bairradinos presentes no torneio mostraram mais uma vez a sua garra e alegria em campo proporcionando um excelente domingo de Rugby onde a chuva ameaçou mas não levou  melhor.

Uma breve nota de agradecimento aos pais que fizeram parte da nossa comitiva.

Andreia Silva

Novo Outdoor colocado junto à Igreja embeleza ainda mais a Aldeia do Rugby


Diogo Rodrigues